quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Manual do Aluno


CENTRO EDUCACIONAL RODRIGUES SILVA - CEROS

Unidade Ramos
Rua Doutor Noguchi, 379 
Telefone: 3867-5684 / 3867-5685


Unidade Olaria
Rua  Ministro Moreira Abreu, 221
Telefone: 2230-1589 / 3646-6400


Unidade Penha
Avenida Braz de Pina, 382 
Telefone: 3887-1229 / 2564-8118


Unidade Lins
Rua Vilela Tavares, 358
Telefone: 3259-9099 / 3259-5900

MENSAGEM DA DIREÇÃO
“Há escolas que são gaiolas.
E há escolas que são asas,
Que existem para dar aos
Seus alunos a coragem de voar”
Rubem Alves


                          BEM-VINDOS,
A DIREÇÃO.
FILOSOFIA
“O CENTRO EDUCACIONAL RODRIGUES SILVA - CEROS tem como objetivo a formação integral do aluno, baseando-se nos princípios da solidariedade humana e dignidade, oferecendo-lhe todas as possibilidades de modo que ele aprenda e vivencie as seguintes qualidades do cidadão: espírito de participação, pensamento crítico, independência intelectual, capacidade organizacional, atitude solidária e postura ética”.

CARACTERÍSTICAS
1. O CEROS tem por finalidade e objetivo oferecer serviços educacionais em função das necessidades e características de desenvolvimento e aprendizagem de crianças, considerada a faixa etária de um (um) ano em diante, compreendendo a Educação Infantil, Ensino Fundamental até o 9º ano, Ensino Médio e Cursos de acordo com o disposto na LDB 9.394/96.

2. “Oferecer cursos de Inglês e Informática, Judô e Balé".

HISTÓRICO
 Perseguindo seu sonho de criança, ainda adolescente, Cristina começou a dar aulas em casa. O número de crianças só crescia, até que não foi possível mais acomodá-los em sua casa. Ela então alocou um espaço pertencente a Igreja Batista e assim nascia o Jardim Escola Criança Feliz (JECRIF) em 1992. Com o crescimento da escola, outro espaço foi aberto na Estrada do Itararé e ainda outro na Rua Paranapanema dando início ao Ensino Fundamental o qual recebeu o nome de Centro Educacional Rodrigues Silva (CEROS) permanecendo neste local até 2010 quando passou então a funcionar nas atuais instalações. Hoje o CEROS está presente em quatro bairros atendendo diversos públicos e principalmente cumprindo com seu lema de educar para o futuro.

COMPROMISSO DO ALUNO:
Ao ser admitido como aluno do CEROS, afirmo solenemente:
− ser verdadeiro, leal e disciplinado;
− desempenhar fielmente, com pontualidade e presença, sempre o melhor que puder todos os trabalhos e deveres da função de estudante;
− evitar más companhias;
− utilizar linguagem apropriadamente elevada de acordo com o que o ambiente escolar exige;
− contribuir para elevar, cada vez mais, o nome e o prestígio do Colégio.
− assumir estes compromissos livre e espontaneamente.

QUADRO ADMINISTRATIVO

Direção
Coordenação Pedagógica  
Secretária Geral 

Corpo docente

Apoio

HORÁRIOS 



  • Unidades Ramos, Olaria e Lins


Manhã
EDUCAÇÃO INFANTIL 




Entrada 08:15h – Saída 12:15h

ENS. FUNDAMENTAL I 


Entrada 08:00h – Saída 12:00h


ENS. FUNDAMENTAL II 
Entrada 07:00h – Saída 12:20h

Tarde
EDUCAÇÃO INFANTIL 

Entrada 13:15h – Saída 17:15h


ENSINO FUNDAMENTAL I


Entrada 13:00 – Saída 17:00



  • Unidade Penha


ENSINO MÉDIO 

Entrada 12:40h - Saída 18:00h


NORMAS DE ENTRADA E SAÍDA
1. Todos os alunos deverão usar o uniforme do CEROS para entrar e permanecer no Colégio em qualquer horário, exceto quando autorizado.
2. O portão do Colégio será fechado impreterivelmente 10 minutos após o início de cada turno.
3. Em dias de prova, o aluno que chegar atrasado voltará para casa e o responsável terá que requerer à 2ª chamada mesma, na Secretaria em 48 horas, e pagar R$5,00 por disciplina, quando não houver atestado médico.
4. Na impossibilidade do aluno estar devidamente uniformizado, deverá trazer uma justificativa do responsável por escrito.
5. Quando a aula de Educação Física for no último tempo o aluno poderá sair com o respectivo uniforme.

UNIFORMES


  • Educação Infantil

Feminino:Short-saia de elanca vermelha, camisa branca com emblema do Colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.
Masculino: Short de elanca vermelha, camisa branca emblema do Colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.


  • Ensino Fundamental I:
Feminino e Masculino 
Bermuda Jeans sem detalhes camisa meia manga ou camiseta branca com detalhe vermelho na gola e emblema do Colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.




  • Ensino Fundamental II
Feminino e Masculino 
Bermuda Jeans sem detalhes camisa pólo branca com gola vermelha  e emblema do Colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.


  • Ensino Médio


Feminino e Masculino 


Bermuda ou calça Jeans sem detalhes, camisa pólo branca com gola vermelha e emblema do colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.

Educação Física Ed. Infantil e Ens. Fundamental 

Masculino e Feminino: short de elanca vermelha camisa meia manga ou camiseta branca com emblema do Colégio, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.
Agasalhos Ed. Infantil e Ens. Fundamental - Masculino e Feminino: Conjunto de frio de tactel vermelho com emblema do colégio no peito, camisa branca meia manga ou camiseta do colégio por dentro, ou camisa de mangas compridas, TÊNIS TOTALMENTE PRETO e meia branca.

OBSERVAÇÕES
1. Não é permitido usar camisa ou camiseta colorida ou com
desenhos por baixo das camisas dos uniformes.
2. O aluno que machucar o pé e que não puder calçar tênis,
deverá usar chinelo somente no pé machucado, estando o outro
com tênis.
3. Todo aluno deve considerar o uso do uniforme como motivo
de orgulho, sendo o cuidado com ele uma obrigação pessoal. O
aluno uniformizado representa o Colégio Ceros.
4. É proibido aos alunos trazer objetos de valor e/ou
importância vultosa em dinheiro.  O dano ou extravio de
qualquer valor não dará direito a ressarcimento. O Ceros não
se responsabiliza por danos e/ou extravios.
5. O aluno, somente, poderá lanchar; no horário do recreio
no pátio do Colégio.
6. Quando dispensado do uso do uniforme (pela coordenação),
mesmo fora do horário de aulas, o aluno no Colégio, deverá
usar roupa adequada ao ambiente escolar.
7. Todos os alunos de cada turma devem zelar pela manutenção e
limpeza da respectiva sala e do seu mobiliário, evitando a
ocorrência de qualquer dano durante a sua permanência.
8. Em caso de o aluno, no Colégio, sentir qualquer problema de
saúde ou acidentar-se, deverá se dirigir à Coordenação, para ser
feito contato telefônico com o responsável.  Em caso de
urgência, o aluno será conduzido pela direção à Emergência do Hospital mais próximo.
9. Recomenda-se aos Srs.  pais e responsáveis,  que qualquer  fato
relevante que presencie ou do qual tome conhecimento e que
seja de importância para a manutenção do clima harmônico e
disciplinado dentro do Colégio, seja comunicado à Coordenação.
10. A Direção do Ceros se reserva o direito de não renovar a
matrícula do aluno que em casos de ofensa à imagem, ao nome,
à Direção, ao corpo docente, ao corpo discente e auxiliares do
Colégio através da internet.
11. É dever do responsável ressarcir pelo dano causado por seu (sua) filho (a) ao Patrimônio do Colégio. Caso não sejam identificados os responsáveis será feito o rateio do prejuízo entre os alunos da turma presente.
12. Em caso de pais separados, o Responsável deverá apresentar
uma declaração, de próprio punho, informando a situação da
guarda da criança e uma cópia da sentença de guarda,
autorizando ou não a saída de seu filho ou a entrega de
documentos ao ex-cônjuge.
13. A Direção do Ceros declara para todos os fins de direito, que
não mantém qualquer tipo de serviço de transporte de
aluno, não assumindo qualquer responsabilidade neste sentido.

EDUCAÇÃO FÍSICA
1. As aulas práticas de Educação Física serão iniciadas na
segunda semana de aula, ocasião em que os alunos deverão ter
seus respectivos uniformes.
2. Durante as aulas de sua turma, todos os alunos deverão
permanecer no local, mesmo os que não estiverem participando.
3. A dispensa da Educação Física será concedida nos seguintes
casos: incapacidade física – comprovada através de atestado médico, que deverá ser apresentado no mês correspondente;
4. Os alunos com dispensa médica superior a quatro aulas deverão apresentar trabalho para avaliação, ao final de cada bimestre.
5. O aluno que se apresentar alegando falta de condições físicas
para a prática das atividades sem estar de posse do respectivo
atestado, deverá permanecer de uniforme de Educação Física
junto à turma, podendo ser dispensado, pelo professor, apenas
do esforço físico, devendo, posteriormente, comprovar sua
incapacidade.
6. Quando a aula de Educação Física for no último tempo, o
aluno poderá sair com o respectivo uniforme.

REGIMENTO INTERNO DO CENTRO EDUCACIONAL RODRIGUES SILVA
CAPÍTULO II

SEÇÃO II

DOS ALUNOS

Capítulo V
Art. 106 - São deveres dos alunos:
I - participarem de todos os trabalhos escolares, frequentando pontualmente as aulas;
II - acatarem a autoridade do Diretor, professores e demais funcionários da Escola;
III - tratarem os colegas com cordialidade e respeito;
IV - colaborarem com a Direção da Escola na conservação do prédio, instalações, mobiliário escolar e todo o material coletivo.
Art. 107 - São direitos dos alunos, através de si ou através de seus pais ou responsáveis:
I - serem respeitados em sua individualidade;
II - receberem a educação e o ensino que constituem as finalidades e objetivo da Escola, nos termos deste Regimento Escolar;
III - terem assegurados todos os direitos como pessoa humana;
IV - serem considerados e valorizados na sua individualidade sem comparações ou preferências;
V - serem orientados em suas dificuldades;
VI - usufruírem de ambiente que possibilite o aprendizado;
VII - poderem desenvolver sua criatividade;
VIII - poderem ser ouvidos em suas queixas ou reclamações;
IX - serem atendidos em suas dificuldades de aprendizado;
X - terem seus trabalhos escolares devidamente avaliados e comentados;
XI - participarem da atividade de recuperação, adaptação pedagógica e/ou compensação de ausências programadas pela equipe escolar, em função de suas necessidades específicas;
XII - impetrarem recursos ou pedidos de reconsideração contra os resultados da avaliação final.
Art. 108 - Aos alunos que descumprirem os deveres ou cometerem transgressões, aplicar-se-ão as seguintes sanções, esgotadas todas as medidas de conciliação:
I - advertência e repreensão verbal;
II - advertência, repreensão e comunicação de ocorrência, por escrito, aos pais;
III - suspensão de todas as atividades da Escola por período de até dez dias;
IV - veto à matrícula para o próximo ano letivo;
V - transferência compulsória.
§ 1º - A aplicação de sanções será individualizada e proporcional à gravidade da infração, sendo do Diretor da Escola a responsabilidade pela apuração dos fatos e aplicação de sanções.
§ 2º - Será garantido ao aluno, por seu intermédio, ou pai, ou responsável, recurso à sanção aplicada, junto à Direção da Escola bem como amplo direito de defesa.
§ 3º - Qualquer dano patrimonial causado por alunos à Escola ou a terceiros, dentro da Escola, será objeto de reparação pecuniária, independentemente das sanções disciplinares.

SEÇÃO III

DOS PAIS

Art. 109 - Aos pais de alunos caberá colaborar com a Escola para a consecução, por parte do alunado, do máximo de rendimento possível em cada nível ou série dos cursos e o máximo de aproveitamento dos recursos pedagógicos disponibilizados pela Escola.
Art. 110 - São direitos dos pais:
I - serem informados a respeito da proposta pedagógica da Escola, seus projetos e planos de trabalho, do Regimento Escolar;
II - serem esclarecidos por quem de direito das sanções aplicadas aos alunos, assim como informado das avaliações por estes obtidas;
III - serem atendidos pelos professores e diretoria ou representante da Mantenedora, para expor suas queixas, dúvidas ou dificuldades.
Art. 111 - são deveres dos pais:
I - zelarem, por si e pelos alunos deles dependentes, de todos os seus deveres previstos no Regimento Escolar;
II - comparecerem às reuniões convocadas pela Escola para que sejam informados ou esclarecidos sobre a vida escolar dos alunos;
III - comunicarem à Escola a ocorrência, em família, a ocorrência de moléstia contagiosa que possa colocar em risco a saúde e o bem estar da comunidade escolar.
IV - observarem os termos e condições previstos no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais assinado com a Escola.
V – Olhar todos os dias agenda do aluno e rubricar ou responder quando necessário os bilhetes.

AVALIAÇÃO
Art. 44 - Nas Classes de Educação Infantil, a avaliação será constante e terá por objetivo fundamental, observar e conhecer a criança desta faixa etária no seu respectivo padrão de desenvolvimento sem objetivo de promoção, mesmo para acesso ao Ensino Fundamental.
Art. 45 - No Ensino Fundamental, a avaliação de aproveitamento escolar do aluno terá por objetivo a verificação das aprendizagens qualitativa e quantitativa, com a preponderância do aspecto qualitativo sobre o aspecto quantitativo.
Art. 46 - Os resultados da aprendizagem serão aferidos através de avaliação sistemática e contínua dos trabalhos, pesquisas, experiências, exercícios, leituras e provas.
Art. 47 - No Ensino Fundamental as sínteses dos resultados bimestrais da avaliação do aproveitamento serão expressas em notas de 0,0 (zero) a 10,0 (dez) variando em décimos, sem arredondamento.
§ 1º - Haverá no bimestre letivo dois momentos de sintetização da verificação do rendimento escolar:
I - o primeiro momento consiste na obtenção de uma Nota Parcial resultante da média aritmética entre a Prova Mensal e a nota resultante da média aritmética dos demais instrumentos avaliatórios aplicados no período;
II - o segundo momento consiste na obtenção de uma Nota Final bimestral resultante da média aritmética entre a Nota Parcial obtida no primeiro momento e a Prova Bimestral aplicada no período letivo considerado.
§ 2º - A Nota Anual antes resultará da média ponderada assim considerada:
I - os 1º. e 2º. Bimestres letivos têm peso 2 (dois);
II - os 3º. e 4º. Bimestres letivos têm peso 2 (dois).
III - resultado da somatória dos "pontos" obtidos nos 4 (quatro) bimestres letivos será dividido por 4 (quatro) que resultará na Nota Final do Ano letivo, para fins de promoção ou retenção.
Art. 48 - Os resultados da avaliação serão expressos através de boletins bimestrais e apresentados aos pais ou responsáveis.
Art. 52 - Ao término do ano letivo será extraída a média anual final do aluno em cada componente curricular, que será resultante da média aritmética das notas de cada bimestre.

SEÇÃO II

DA RECUPERAÇÃO

Art. 53 - O aluno de aproveitamento insuficiente será submetido a estudos de recuperação.
Art. 54 - Os estudos de recuperação serão realizados regularmente, no decorrer dos períodos letivos, através de atividades escolares suplementares, orientadas pelo professor da classe, com programação estabelecida pela coordenação pedagógica.
Art. 55 - Os períodos de recuperação precederão os períodos das avaliações bimestrais e finais e seus resultados, feitos no decorrer do ano letivo, integrarão a avaliação do bimestre em curso.
Art. 56 - A Escola assegurará ao aluno com aproveitamento insuficiente, estudos de recuperação antes do fechamento da última síntese de avaliação.

SEÇÃO III

PROMOÇÃO

Art. 57 - A verificação do rendimento escolar decorrerá da avaliação do aproveitamento e apuração da assiduidade.
Art. 58 - Será considerado promovido para a série subsequente ou concluinte do curso, o aluno que obtiver freqüência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) e média final igual ou superior a SUFICIENTE, BOM ou ÓTIMO, ou igual ou superior a 6,0 (seis).
Art. 59 - O aluno com frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) e média INSUFICIENTE ou inferior a 6,0 (seis) poderá ser promovido, se submetido aos procedimentos de recuperação previstos no presente Regimento Escolar.
Art. 60 - A promoção nos componentes de Educação Física e Artes decorrerão da apuração de assiduidade.
Parágrafo Único - A promoção por assiduidade não exclui a responsabilidade de avaliação dos conteúdos trabalhados.
TIPOS DE AVALIAÇÃO
Art. 50 - São Instrumentos de avaliação:
I - todo trabalho realizado com o aluno é em potencial um instrumento de avaliação;
II - provas, trabalhos de pesquisa, listas de exercícios (individuais ou em grupo), entre outros, devem avaliar os conteúdos e habilidades de forma clara e inteligível;
III - os instrumentos devem avaliar o aluno passo a passo, de forma continuada;
IV - são igualmente importantes a auto-avaliação e a avaliação formativa;
V - toda proposta deve levar o aluno a estar em contato com a construção do conhecimento;
VI - os instrumentos devem avaliar o raciocínio e a criatividade do aluno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário